• Redes Sociais

yoga-2

Educar: o aprendizado contínuo

Os nossos educadores e coordenadores estão em constante busca por práticas e informações que possam agregar à nossa metodologia. Dessa forma, eles conseguem vivenciar um processo contínuo de aprendizagem sobre o ato de ensinar. Como parte desse clima de estudo, durante a formação continuada do segundo semestre, a educadora Julia Spindel compartilhou com os colegas…

Saiba Mais

IMG_1026

Formação em metodologia afetiva

“Intenso”. Essa foi a palavra que os novos educadores usaram para descrever o processo de formação pelo qual passaram no começo do semestre. Ao longo de duas semanas, o curso percorreu a parte teórica com muitas leituras e reflexões e caminhou em direção a momentos de aplicação desse conhecimento. Como a metodologia da Juan Uribe…

Saiba Mais

teachenglish

Formando educadores

Todo projeto de sucesso exige muito comprometimento e esforço. Na Juan Uribe Ensino Afetivo não é diferente. Se as famílias ficam encantadas com a nossa proposta, na qual as crianças aprendem se divertindo e construindo relações afetivas com o idioma, é porque há muitos exercícios, leituras, debates, provocações e reflexões sobre educação e infância por parte dos…

Saiba Mais

Nesse caso, o Circle Time foi um momento para a Gabriela ensinar o Gabriel e as outras crianças mais novas a amarrarem o tênis, já que ela tinha acabado de aprendera como fazer isso.

It’s Circle Time!

Uma recepção atenciosa faz toda a diferença para que os lugares pelos quais passamos fiquem marcados de forma prazerosa em nossa memória. E é justamente essa sensação que queremos proporcionar para as crianças quando elas vêm para a Juan Uribe Ensino Afetivo – afinal entendemos que a relação que elas têm com o ambiente influencia…

Saiba Mais

atividadenopatio

O inglês também está lá fora

Basta as crianças saírem da sala de aula em direção ao pátio da escola para observar as suas reações se transformarem instantaneamente. Lá fora dá para ver o céu, as plantas de nosso jardim, escutar os pássaros e até os aviões passando entre as nuvens. Tem coisa acontecendo e as expressões das crianças acompanham esse…

Saiba Mais

fairytale1

Storytelling by Sosô

Para tocar os ouvidos e o coração de alguém com uma fábula, conto ou qualquer outra narrativa, é preciso primeiro que o contador dessa história se conecte verdadeiramente com o que ela tem para dizer. E ao dar voz e vida aos fantoches nessas contações, Sosô Uribe se envolve com os Fairy Tales promovendo uma experiência apaixonante de escuta…

Saiba Mais

Puppet

Como aprender inglês brincando com os puppets

Sesame Street, The Muppets, Cocoricó e Castelo Rá-Tim-Bum. Basta lembrar desses programas para muitas das nossas memórias de infância virem à tona e começarmos a nos dar conta de quantas coisas aprendemos com os puppets. Com certeza você se lembra de alguma música, fala ou brincadeira em que eles te ensinaram sobre o alfabeto, higiene, animais ou qualquer…

Saiba Mais

Criança em aula de contação de história em inglês

Once upon a time…

As crianças acomodadas nos cushions, o livro na mão do educador e o silêncio atento acompanhado de olhares curiosos são sinais de que uma história está prestes a começar. Na JUEA, essa prática do Storytelling está presente em quase toda aula e para a educadora Aline Vianna “é uma ótima oportunidade de produzir linguagem em inglês mesmo com crianças que ainda não…

Saiba Mais

Kamishibai

Sala de materiais

  Imagine um ambiente repleto de livros vindos de diferentes países, brinquedos, bonecos, fantoches, jogos cooperativos e cenários de papel para contar história: essa é a encantadora Sala de Materiais da Juan Uribe Ensino Afetivo! Ali, os educadores têm acesso a inúmeros recursos para criar aulas dinâmicas para seus alunos, propondo a aquisição da língua…

Saiba Mais

criançasemoções

A importância das emoções na aquisição do inglês

Hey, kids how are you feeling today? É assim que as aulas começam aqui na JUEA: com cada criança ou adolescente tendo espaço para falar sobre como está se sentindo. E muitas são as formas deles externarem suas emoções: falando, desenhando carinhas na lousa, construindo imagens com “rods” ou ainda de maneira mais sutil, escolhendo…

Saiba Mais